Sem categoria Daladier Lima

A respeito da polêmica sobre pastor poder ser político…

Todavia, nenhuma coisa consagrada, que alguém consagrar ao SENHOR de tudo o que tem, de homem, ou de animal, ou do campo da sua possessão, se venderá nem resgatará; toda a coisa consagrada será santíssima ao SENHOR (Levítico 27:28)

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

3 Comentários

  1. Paz, irmão Daladier.

    Eu particularmente creio que o chamado ministerial é um compromisso que assumimos diante do Todo Poderoso. Se este dito “pastor” resolve ingressar na carreira política deve imediatamente desistir do ministério, uma vez que pastor em meu ponto de vista tem que pastorear ovelhas.
    Quanto ao político nada tem a ver com o apascentar, os interesses são outros.

    Não sou contra o cristão ser político, sou contra os que são chamados ao ministério se envolver com as coisas deste mundo (política). Pastor é pastor e político é político e ponto.

    Em Cristo,

    ***Lucy***

    P.S. Divulgando seu abençoado blog no meu cantinho.

  2. Daladier Lima disse:

    Prezada Lucy, infelizmente o que move o interesse político é dinheiro, prestígio e poder. Já há a figura do presidente de campo que, NÃO se licencia, se elege e continua exercendo mandato. Ou uma coisa ou outra!

  3. Daladier Lima disse:

    Ah! Obrigado pelo comentário e pela divulgação do blog.