Reflexões Daladier Lima

As drogas que matam mais que cocaína!

Mal a Daniela Araújo se encaminhava para o esquecimento aparece Kim, uma bela jovem evangélica, de pouco mais de 20 anos. Está miseravelmente viciada. Leia esta crônica de nossos dias...

Mal a Daniela Araújo se encaminhava para o esquecimento aparece Kim, uma bela jovem evangélica, de pouco mais de 20 anos. Está miseravelmente viciada. Seu atual namorado procura tirá-la do meio mas não tem tido sucesso. São muitos os traficantes que tentam se acercar da jovem. Dez vezes pior que a cocaína, a droga na qual Kim se viciou acabou por contaminar vários amigos seus. Como todas as outras situações desta natureza Kim não se reconhece viciada e cada dia mais vai mergulhando. Ela e seus amigos agora vagam pra lá e pra cá como zumbis a procura de mais daquilo que os entorpece.

Há muitos áudios e até vídeos gravados nos quais Kim esbraveja com os amigos que tentam tirá-la desse mundo. O Youtube ficou abarrotado de vídeos da turma dela. Enquanto pessoas do mundo todo começam a gerar outros vídeos se identificando com o problema. Já outras sãs e equilibradas tem tentado convencer a jovem dos caminhos errados que tem tomado, mas só causam mais intrigas e problemas. Já perdeu seus melhores amigos.

E pensar que Kim era uma das tantas meninas evangélicas, nascidas em meio a cânticos saudáveis e leitura da Bíblia. É uma história não é muito diferente dos seus amigos. Agora se reúnem para celebrar os vídeos e ridicularizar quem discorda de suas atitudes. É um cenário complicado. Pastores amigos tentaram intervir, mas para ser curada do vício Kim precisa se conscientizar da gravidade.

Oops! Mas ia esquecendo da droga na qual Kim está viciada. Ou melhor as drogas. São muitas e fartas e os traficantes agora se ocupam em mudar ou melhorar a fórmula. É difícil dizer qual delas é a pior. Uma se chama Teologia da Prosperidade. Kim primeiro se viciou em mensagens de auto ajuda e vivia atrás dos cultos de vitória. Gastava muito dinheiro, esperando retribuição. Quando a fonte de recursos secou, desigrejou-se. Nenhuma igreja faz sentido para ela desde então. Foi ficando raquítica.

Veio a acomodação espiritual. Sua alma dava espasmos de frieza espiritual e ela não reagia. Alienou-se da Palavra de Deus. Passa o dia assistindo os pregadores da hora e nada de alimento saudável. Os cantores sem compromisso com uma igreja fazem seus olhos brilhar. Vive dizendo que Deus só quer o coração e agora deu de andar quase nua. Afirma para todos que a sensualidade é uma arma e a santidade é um blefe.

Quer a fama, aparecer na Globo e outros programas televisivos. Exalta a audiência de Windersson Nunes, outro jovem que era evangélico e agora é Youtuber famoso.

– “Se ele pode, por que não eu?” Diz resignada.

O que começou com um trago nas modinhas gospel, acabou destruindo aquela menina alegre e ingênua. No início era banal, só uma confusão entre a obra de Deus e seu próprio ego, depois foi complicando.

Oremos pela moça e por seus amigos.

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. Miqueas Cipriano disse:

    A nossa juventude tem estrutura espiritual e psíquica para lidar com o vazio existencial que é maior que a falta de sentido? A nossa igreja tem sido eficiente? E quando os áudios não são vazados e a dependência química vem de outros alucinógenos como: prostituição, fornicação, ou melhor, pornografia… Estamos preparados? Os recursos usados á 20 anos atrás pela igreja para com os jovens, ainda são eficientes?

  2. Renan disse:

    Terrível a situação. Pior ainda quando vem dos púlpitos…
    E realmente, esse “vício” da prosperidade não alcança apenas a área das finanças, mas quantas vezes já me abordaram falando que o motivo de eu estar com alguma dificuldade, ou até mesmo cansaço físico, não era obra de Deus, e que eu por ser cristão deveria estar indo de “vitória em vitória”.

  3. Emília Asevedo disse:

    Misericórdia, essa droga mata, não tem coisa pior do que a acomodação espiritual, e a procura por mensagens e letras de musicas vazias, tão comuns hoje!!!!!! o que será de nós!!

  4. Jacób Bomfim disse:

    Infelizmente muitas pessoas procuram igrejas para atrair outro público para si, se dizem convertidas, e algumas até creio que aceitam realmente a Cristo, depois saem levando audiência para seus canais sociais.
    Deus salve estas pessoas e livre seu povo desta, como disse o autor da matéria, “droga” – como diz o texto sagrado: vaidade de vaidade, tudo é vaidade!
    Abraço.