Reflexões

Reflexões sobre qualquer assunto de interesse geral

A síndrome de Babel

A síndrome de Babel

Leiamos Salmos 137:1-4: 1 Às margens dos rios de Babilônia, nos assentávamos chorando, lembrando-nos de Sião. 2 Nos salgueiros daquela terra, pendurávamos, então, as nossas harpas, 3 porque aqueles que nos tinham deportado pediam-nos um cântico. Nossos opressores exigiam de nós um hino de alegria: Cantai-nos um dos cânticos de Sião. 4 Como poderíamos nós […]

Continue lendo

Uma agenda para o voto consciente

Franklin Ferreira “Eu tenho ouvido: ‘Não traga a religião para a política’. É precisamente para este lugar que ela deveria ser trazida e colocada ali na frente de todos os homens como um candelabro” (C. H. Spurgeon). Como se costuma dizer, “a política é o espaço do bem comum”, frase que pode ser entendida como […]

Continue lendo

Eram línguas de homens?

Eram línguas de homens?

O assunto é: Línguas estranhas! Alguns fatos me motivam a escrever estas linhas. Em primeiro lugar, estivemos por longas semanas estudando a natureza e a deidade do Espírito Santo nas congregações que auxiliamos. Seus atributos e dons foram alvos de análise perante nossos irmãos. Cremos que houve um grande aprendizado. Em segundo lugar, recrudesce os […]

Continue lendo

Por que Maria não pode interceder por nós?

Por que Maria não pode interceder por nós?

O assunto é recorrente, mas é necessário abordá-lo, buscando conscientizar biblicamente nossos interlocutores. Analisemos uma situação hipotética, esboçada na imagem abaixo (clique para ampliar): Os destinos poderiam ser quaisquer outros. Dois devotos, em lugares diferentes, distantes entre si por quase 3.000km, se ajoelham e rezam, no mesmo dia e hora. Maria não pode ouvi-los, pois […]

Continue lendo

Dissecando um e-mail sobre o post anterior

Dissecando um e-mail sobre o post anterior

Recebi um e-mail de um pastor assembleiano amigo. É um homem de larga experiência pastoral, tendo atuado em missões no Exterior. Ele sempre lê o blog, está entre os dez leitores. É, tenho poucos… não temo a insignificância… Como não me autoriza a publicação do nome e do conteúdo, vou pontuar e omitir certas referências […]

Continue lendo