Dias de contradição!

– Alô, é a irmã Luiza Ângela?

– Sim. Quem fala?

– É o reitor Aloísio Nicomedes?

– Ah! Reitor. O que o leva a este telefonema?

– Olha, é que a senhora fez uma inscrição para nosso Curso Superior de Teologia…

– Ah! É verdade…

– Bem, eu estou lhe contactando para fornecer algumas informações importantes. Ok?

– Pode falar, estou ouvindo…

– Então…, nosso curso tem nível superior. Dentro da denominação é o que melhor a senhora poderia fazer. Tem a duração de quatro anos. Não é nada, se a senhora vir o semblante dos formandos deste ano… Nossa grade curricular é bem recheada e visa proporcionar aos nossos alunos a melhor preparação possível para exercer a teologia dentro da igreja do Senhor… A maioria de nossos alunos são mulheres, de maneira que a senhora irá se sentir muito bem entre elas…

– Ah! Que ótimo, quanto ao tempo, não tem problema, não é o que é necessário?

– Para a carga horária, sim. Sabe, queremos dar peso ao nosso curso. Ele fica bem denso e se aprofunda bastante na Bíblia… bom a senhora poderá conferir pessoalmente nas aulas.

– Eu estou eufórica para que iniciem…

– Só tem um probleminha… precisamos saber qual seu intuito ao fazer o curso?

– Como assim?

– Qual a sua intenção ao fazer o curso? Ou seja, para que fins ele será usado na Igreja?

– Ah! O que eu queria mesmo era dar um reforço no culto doméstico, sabe? Lavar panos e pratos com mais qualidade, enquanto recito os clássicos. Ensinar aos meus filhos um pouco de exegese. Compartilhar textos em grego e hebraico com minhas amigas no chá da tarde. Entrando no seminário, fazendo um Curso Teológico de nível superior, tudo terá muito mais densidade, acredito…

– Ah! Muito bom. Eu pensava que a senhora havia aderido às novas tendências…

– Quais, reitor, estou por fora?

– As que reivindicam cargos como pastoras para as mulheres…

– Qual nada, reitor, eu estava até preocupada com a grade que me foi fornecida na matrícula. Havia várias cadeiras sobre administração eclesiástica, liderança, exposição bíblica. Fiquei com um pé atrás… Agora que o senhor me telefonou, ufa! Foi por pouco… Tirou um peso enorme das minhas costas.

– Amém, minha santa. Não fique preocupada, aquelas aulas são para os homens. Sabe como é… Até as aulas…

– Fique na paz, reitor.

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

1 Comentário

  1. MIRIAM disse:

    MISERICÓRDIA!! ATÉ DENTRO DA IGREJA A MULHER É VÍTIMA DE PRECONCEITO.