Browse By

Divagando numa manhã de domingo, mas voltando ao mesmo assunto…

Tenho admiradores, não por jactância o digo, é que sempre aparece alguém com afinidades de raciocínio. Há pessoas, também, que não toleram minhas colocações. Martin Luther King dizia que para fazer inimigos não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa. Assim, há os stalkers, que seguem o blog somente para confirmar suas críticas. Há até quem imprima as postagens para buscar apoiadores!? Como eu escrevo por gosto…

Um dos assuntos que mais repercute por aqui, não porque eu seja um apoiador direto dele é o Ministério Feminino. Já repeti várias vezes que o eco dado aqui é muito mais pela dissimulação deslavada em nossas igrejas. Jamais faria um cavalo de batalha em reuniões ministeriais, por exemplo, mas é inegável de Norte a Sul sua existência. Pretendo mostrar mais uma faceta.

Posts abaixo fiz uma crítica ao cachê pago a cantores e pregadores no GMUH. Coisa de dois milhões segundo o post original, no qual me baseei. Um leitor enviou o link da pregação do Pr. Joel Freire, filho do Pr. José Wellington, presidente da CGADB. Fui assistir, ele dizia representar o pai, o anfitrião o apresentou como representante da CGADB, etc. Pregou sobre os Gafanhotos Missionários. Mas vamos por partes, não é a pregação que é o foco aqui.

O Mensageiro da Paz tem, subliminarmente, criticado o evento por seus modismos e exageros, tanto de cantores como pregadores. Mas também por um certo pendor espiritual fora dos parâmetros bíblicos. Apoio tais críticas, são procedentes. Em que pese o objetivo do evento, há muitos anos tais desvios persistem. Aliás, o mesmo é palco das pregações de Marcos Feliciano, aquelas que agora estão dando dores de cabeça ao deputado. O Blog da Rô fez uma postagem crítica sobre o evento e mencionou que o falecido Pr. Valmor, presidente da AD em Santa Catarina, havia proibido ouvir Feliciano em todas igrejas do Estado, mas o coordenador do GMUH decidiu, por conta própria, quebrar a regra.

No início de sua prédica, Joel Freire faz menção a um personagem banido há alguns anos da CGADB: Pr. Ouriel de Jesus! Acendeu o alerta, fui ao Google para confirmar se o homem que reservava lugar para os anjos no púlpito da World Revival Church estava lá. Sim! Ora, ora, ora, o GMUH… Ele já havia pregado lá em 2010, é freguês. O MP se esmerou em denunciar o desvio teológico de Ouriel. A CGADB defenestrou o pastor e seu ministério. E agora ele estava lá, novamente? Sendo mencionado com algum deferência por Pr. Joel Freire, que representava na ocasião o Pr. José Wellington? E, para todos efeitos, num evento da Assembleia de Deus!?

Acessei o site da igreja dele. Pelo pouco que li, não creio que tenha mudado. Denomina-se apóstolo. Recebe o profeta da prosperidade: Benny Hinn. Campanhas de sete sextas, da entrada na Arca (quem sabe foi por isso que tinha uma arca da aliança no GMUH?). Cultos proféticos. Não duvido que o livro O Triunfo Eterno da Igreja, escrito por revelação de Ouriel e equipe, aonde se propagam as heresias da World Revival, esteja sendo vendido pela própria igreja ainda. Então, por que convidá-lo? Por que a CGADB não censura a organização?

Mas, pergunta o leitor impaciente, o que tudo isso tem a ver com o início do post? É o seguinte: a mulher de Ouriel é uma pastora. E já o era, pelo que me consta, antes das aberrações de 2003. Vasculhando os sites da igreja e o Facebook de alguns de seus membros encontramos a menção a várias pastoras em seus cultos e sua estrutura. Não custa relembrar que o referido pastor era um dos queridinhos assembleianos ao ser enviado para os EUA. O que coroa a dissimulação é o seguinte: Nenhum dos grandes críticos do Ministério Feminino abandonaria o lugar ao saber que Ouriel de Jesus iria pregar. Nem por suas heresias, nem pela consagração de mulheres.

Eu sei porque muitos da blogosfera evangélica não criticam tais posturas e nada vêem de contraditória nelas. Uma das razões é querer pregar no GMUH em 2014!

Face da esposa de Ouriel http://www.facebook.com/jussarade.jesus.9
Enquanto compunha este post encontrei isto no site da AD em Santos…

Comments

comments

8 thoughts on “Divagando numa manhã de domingo, mas voltando ao mesmo assunto…”

  1. Mario Sérgio says:

    São incoerências e mais incoerências. Tudo o que você escreveu é real e se percebe nos eventos e confraternizações das Assembleias de Deus no Brasil. Aliás, qual é o conceito de heresia pra essa gente? Pois se escreve, prega e na EBD se ensina uma coisa, mas na prática é totalmente outra. Olha, eu acredito é que são as leis de mercado que determinam agora o que é heresia.

    Abraço!

  2. Carlos Roberto Silva, Pr. says:

    Caro amigo e pastor Daladier Lima,

    O pastor, ops, apóstolo. Ouriel de Jesus faz escola. Foi a amizade e associa’ão em eventos dele, que levou o antes pastor, agora também apóstolo Paulo Alves Corrêa, se enveredar pelo mesmo caminho. Na época era o Presidente da nossa convenção estadual, a COMADESPE, e por esse motivo saiu, levando o maior ministério naquela época entre nós, o da AD de Santos, citado pelo amado.

    Somos de cidades vizinhas aqui na Região Metropolitan da Baixada Santista, e por esse motivo, nós que sempre labutamos juntos na causa do evangelho e também em amizade sincera e fraterna, desde de 2004 estamos separados e, mesmo quando, aleatoriamente e por acaso nos encontramos em locais públicos aqui na região, precisamos de certa persistência e decisão para uma convivência educada e civilizada, ou seja, as marcas ficam.

    Quando temos postura sôbre assuntos que paira a divergência doutrinária, esse é o preço, e justamente por isso finda imperando a conveniência, lamentável. Isso, sem falar naqueles que insistem em confundir e misturar divergência doutrinária com questões político-eclesiástica. Nem todos querem pagar esse preço.

    O glamour dos GMUH, faz com que muitos se calem. Não tenho interesse de la estar, mas em sendo convidado, até podere ir, desde que tenha liberdade para pregar a Palavra de Deus genuina, agora, fazer apologia aquilo que contraditamos já é de mais., repito, simplesmente lamentável.

    Mesmo em decadência do poto de vista ministerial, lá nos EUA, Ouriel de Jesus ainda é muito influente e quem por lá está jamais quer se indispor com ele.

    Oremos!

    Seu conservo,
    Pr. Carlos Roberto

  3. Daladier Lima says:

    Prezado Mário Sérgio, esta última frase definiu a fase que estamos atravessando. Que Deus tenha piedade de nós.

  4. Daladier Lima says:

    Prezado Pr. Carlos, até quando a CGADB irá permitir que as pessoas façam estas coisas e continuem usando o nome Assembleia de Deus. Quer partir, em discordância ou amizade? Vá em paz. Agora, o nome não!!! Foi assim com muitos. Um dos exemplos mais recentes é o Silas Malafaia. Que Deus tenha piedade de nós!

  5. Pastor Geremias Couto says:

    Caro Daladier:

    Só hoje vejo sua postagem. Estou aqui pelo interior de SP em escolas bíblicas e outros eventos, com pouco tempo para as redes sociais.

    A verdade nua e crua é esta: no GMHU, infelizmente, se você paga, você prega ou canta, não importa a heresia que traz no bolso. Os que não pagam são aqueles que trazem “credibilidade” ao Congresso.

    Lá é a meca de todas as distorções doutrinárias que campeiam, hoje, no seio assembleiano. Quando a CGADB se faz participante, mesmo que seja através de representação, como agora, ela está dando sinal verde para tudo isso, inclusive para o senhor Oriel de Jesus, que continua do mesmo jeito, sem nada mudar.

    A que ponto chegamos, tudo por conta de interesse político-eclesiástico!

  6. Daladier Lima says:

    Prezado Pr. Geremias, de fato o tal evento tem disseminado as heresias mais grosseiras. O mais incrível é ter tanta gente disputando uma vaga para estar lá, pregando ou ouvindo. E líderes de grande quilate!

  7. .. says:

    Confirmado: o pr Roberto José de Abreu e Lima estará nos Gideões de 2013, pelo menos foi isso que ele disse ao pr. Reuel de Camboriu qdo o mesmo o encontrou no RJ. Ele não irá pregar mais vai dar uma palavrinha básica de 30 min an abetura do Congresso.
    E ai, gostou da noticia?

  8. Daladier Lima says:

    Prezado Celso Ricardo, a ser verdade isto só confirma o que falei. Outra coisa: por conta de nossa combalida estrutura, o Pr. Joel Freire tem mais peso político do que ele. E pregou este ano.

    Só corrigindo: acho que você se referiu ao GMUH2014, 2013 já passou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: