Sem categoria Daladier Lima

Eles só não se unem quando o assunto é família…


Os deputados evangélicos deram um vexame. Representados por João Campos, pastor assembleiano, e um dos mais influentes deputados da bancada evangélica, eles se uniram para aprovar em 1m47s, uma PEC que submeteria as decisões do Supremo Tribunal Federal ao crivo da Câmara dos Deputados. João Campos foi o relator da admissibilidade da PEC. No seu parecer evocou que “o STF vem se tornando um superlegislativo”. Nunca ouvi nada dele sobre o exagero de Medidas Provisórias, uma arbitrariedade do Executivo.

Infelizmente, só se unem em torno de questões morais. Quando vocês viram algum deputado evangélico se posicionando contra a corrupção do Governo? Ou sobre os grandes problemas brasileiros?

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Caro amigo Pastor, o senhor tem toda a razão em seus questionamentos, mas não há de se fugir da realidade sobre o STF que vem ultimamente extrapolando e muito os seus poderes, como no caso dos anencéfalos, e não ficaremos pasmos se eles a qualquer momento decidirem que “legislar” através de sentença, um casamento homoafetivo, aborto, entre outros temas polêmicos, através do instrumento do mandado de injunção e sobre a prerrogativa que eles não podem se eximir de dar uma sentença por não haver lei que ampare o tal pedido, ou que haja lacunas na lei. Graça e paz.

  2. Daladier Lima disse:

    Entendo a sua preocupação, mas a culpa, novamente, é do Congresso, que se omite e não legisla.

    Abraços!