Há 69 anos Jerusalém tornava-se capital do moderno Israel!

Há 69 anos Jerusalém tornava-se capital do moderno Israel! Hoje a cidade cataliza a atenção do mundo como um cronômetro dos eventos finais.

Jerusalém é considerada uma cidade sagrada para as três maiores religiões monoteístas: o judaísmo, o cristianismo e o islamismo. Porém, esteve por séculos sob domínio árabe. Em 14/05/1948, David Ben-Gurion proclama o estabelecimento de Israel em uma cerimônia em Tel Aviv no dia em que os Britânicos, oficialmente, encerraram o seu governo na Palestina. No dia seguinte, Israel é invadido pelos exércitos de 5 estados Árabes: Egito, Iraque, Jordânia, Líbano e Síria, iniciando a Guerra da Independência.

As guerras se sucederam ao longo da História e Jerusalém era o centro da disputa. Curiosamente, o nome Yerushalaim, significa cidade de paz. Os árabes construíram em 691 d.C. a mesquita de Omar, na área onde, estima-se, outrora fora o Templo de Salomão.

Resultado de imagem para mesquita de omar

Mesquita de Omar – Jerusalém

Depois da primeira guerra árabe-israelense, em 23/01/1950, sua parte ocidental foi declarada a capital oficial do Estado de Israel. Instalaram-se ali a sede da residência presidencial, o Parlamento Israelense (Knesset), a Suprema Corte e outras instituições administrativas. É pra lá que os EUA moveram sua embaixada em 14/05/2018.

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, bate palmas ao lado da filha do presidente dos EUA, Ivanka Trump, enquanto ela mostra a placa de inauguração da embaixada dos EUA em Jerusalém - 14/05/2018

Embaixada dos EUA em Jerusalém

Jerusalém é uma das cidades mais antigas do mundo, habitada pelos jebuseus, antes da chegada das tribos hebreias a Canaã, no início do século XIII a.C. Foi a antiga capital do Reino de Israel e do Reino de Judá, e séculos mais tarde, do reino franco de Jerusalém. Foi também um grande foco de tensão durante a Idade Antiga.

A cidade foi destruída em 587 a.C. pelos babilônios e em 70 d.C. e 135 d.C. pelos romanos. Neste último evento, o imperador Adriano mandou arrasá-la. Sobre os restos de Jerusalém, edificou-se uma cidade helênica chamada Élia Capitolina e no lugar do templo ergueu-se outro dedicado a Júpiter.

Na Bíblia, Jerusalém tem papel preponderante no presente, como um cálice de tontear para as nações como profetizou Zacarias (12:2), no passado como centro da adoração hebreia (Salmos 122) e no futuro será uma cidade fundamental na escatologia, de onde emanarão tantos as ordens do Anticristo durante a Grande Tribulação, quanto o reinado milenial do Messias. A existência de Jerusalém e do próprio Israel é uma prova contundente do cumprimento da profecia e aponta a cada dia para o arrebatamento iminente da Igreja.

Shalom Yerushalaim!

https://br.historyplay.tv/hoje-na-historia/2019-01-23

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Maciel disse:

    Olá Daladier!

    Qual outra fonte afirma que Jerusalém completa 79 anos como capital de Israel?

    Obrigado pela dica.

  2. Daladier Lima disse:

    Prezado, houve um erro involuntário de cálculo. Jerusalém se tornou a capital de Israel em 1950, portanto, até a data da publicação (janeiro/2019) são 69 anos e não 79.

    Fonte: https://br.historyplay.tv/hoje-na-historia/2019-01-23