Browse By

As lições que aprendi com as eleições da CGADB!

5 thoughts on “As lições que aprendi com as eleições da CGADB!”

  1. Claudio H. says:

    Meu prezado Pastor Daladier graça e paz! venho acompanhando as varias noticias da nossa denominação e não vi atá agora uma leitura dos fatos tão coerente como a sua. Acredito que as Ads no Brasil em muitos lugares já virou uma casa de “lupanar”. Que Deus tenha misericórdia de nós.

    Pr. Claudio H.

  2. João Batista says:

    Desejo que os dois concorra mas sem brigas, sem manipulações, sem disputas jurídicas. Que vença que tem propostas e convença o pastor assembleiano das melhorias. O problema que esta tudo sendo feito de forma errada, suja e sem moral. Não defendo A, B ou C. Apenas acho que se começar limpo, termina limpo e bom pra todos.

  3. Arquelau says:

    Excelente reflexão, caro pastor Daladier Lima. Esse texto resumiu muito bem tudo o que se viu nos nossos arraiais nesses últimos meses e dias. Uno-me ao senhor e às suas palavras finais aqui: “… não se mudam as pessoas por decreto. Oremos por nossa amada denominação!”. (Vou compartilhar)

  4. Weslei Rocha says:

    Ao meu singelo modo de ver, muitos líderes assembleianos estão se sentindo donos da igreja. Isso, desde os pastores presidentes de campo, de convenções regionais, estaduais e gerais. Se extirparsse os “Bezerras”, os “Câmeras”, os “Ferreiras” (CONAMAD) de quaisquer cargos de liderança, já seria um bom começo. Conclusão: só um milagre para isso acontecer!

  5. PR. Orandir says:

    Queridos amigos e colegas pastores da Assembleia de Deus no Brasil, nós estamos vivendo um momento muito difícil por tudo que está acontecendo. Em Qualquer que seja As convenções, precisamos de intervenção Divina. claro que como foi dito pelo amado colega que fez as publicações no seu site, podemos ver que existem muitas coisas para serem reconstruída, organizadas e refeitas. Precisamos tomar uma decisão, temos que tomar uma decisão, cada pastor do Brasil precisa tomar uma decisão e precisa analisar tudo precisa ver exatamente como está a situação da igreja no geral, e ver até que ponto vale a pena nós continuarmos como estamos. Ou nos mudamos, ou prosseguimos como está (VALE APENA). O certo é que é inadimissível que a igreja do Senhor Jesus continue da forma que está. Forte abraço para todos e que Deus possa nos abençoar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: