Notícias Reflexões Daladier Lima

MP atira no pé ao publicar vitória de Pr. Wellington Júnior

Prezados 180 leitores, em mais um lance da enjoada eleição para a CGADB, o Mensageiro da Paz comemorou a eleição do Pr. José Wellington Júnior, em sua edição de maio/2017. No miolo que tece loas ao candidato [como seria diferente?] também são nominados todos os eleitos para a Mesa Diretora da entidade máxima assembleiana.

Mensageiro da Paz

Infelizmente, o orgão oficial das Assembleias de Deus poderia ter aguardado o desfecho judicial no STJ para fazer o anúncio. Sem contar que este egrégio tribunal já se manifestou pela anulação das eleições do dia 09/04, tendendo a remarcar novo pleito. Ainda que o tribunal volte atrás ou seja confirmada sua eleição em novo sufrágio, por uma questão ética, o periódico deveria aguardar. Que diferença o anúncio antecipado poderá fazer? É o chamado tiro no pé. Sem necessidade alguma… especialmente, num momento delicado, de ânimos acirrados.

A CPAD nem pode alegar que foi surpreendida por uma decisão judicial posterior à publicação, porque no mesmo dia das eleições, a juíza Angélica dos Santos Costa, plantonista da Comarca do Rio de Janeiro, na ação de nº 0084255-87.2017.8.19.0001, em sua decisão disse o seguinte: “DETERMINO A SUSPENSÃO DAS ELEIÇÕES da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil para o quadriênio 2017/2021, devendo ser designada nova data com observação de todas as ordens judiciais proferidas”.

Conforme informações do Pr. Gesiel Oliveira em seu blog, um dos argumentos apresentados pela defesa na audiência de conciliação do dia 04/05, às 14:00h, é que a CGADB havia acatado as decisões judiciais e até suspendido as eleições antes do término. De fato, quem estava acompanhando as eleições foi surpreendido pelo anúncio às 18:00h de que o site estava suspenso em cumprimento à uma das decisões judiciais. Mas às 23:15h foi divulgado o resultado.

A SCYTL, por sua vez, afirmou que não foi notificada da suspensão e a eleição transcorreu normalmente.

SCYTL CGADB

Confesso que cansei de tentar entender o que se passa nestas eleições. É só retórica… Na prática eu entendo tudo. E não é nada de reino. A briga, como já dissemos outras vezes aqui, é por puro poder. Em sua manifestação mais mesquinha e retrógrada, coisa do século XVIII! Os leitores pesquisem o significado do termo patrimonialismo…

Abração!

Blog do Pr. Gesiel Oliveira

Ps: Como em se tratando de CGADB tudo pode piorar, neste link do Gospel Prime, vocês poderão ler a entrevista do atual tesoureiro impedido da entidade. Coisa pra inglês entender. Vão lá!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

7 Comentários

  1. Roberto Rocha disse:

    E muito simples, basta o Samuel desistir e estará tudo resolvido. Uma coisa ele precisa saber: Ele nunca será o presidente da CGADB, pq O Grande Deus não quer! Ele de assmbleiano não tem é nada, e tb joga rasteiro! JWJ, causará menos danos a nossa CGADB e CPAD.

  2. Mauricio disse:

    Paz do Senhor

    Sou membro das Assembleia de Deus à 19 anos , tenho essa denominação como uma das mais sérias do mundo, ainda mais com o surgimento das igrejas neo-pentecostais com suas teologia da prosperidade firmamos mais ainda o conceito dos bons costumes e da preservação da doutrina bíblica. Mas infelizmente muita coisa precisa mudar no âmbito da administração eclesiástica, a CONFRADESP por exemplo por que seus pastores não remunerados ? Tenho um amigo que é presbítero formado em teologia e educação física está desempregado a esposa não trabalha e tem 2 filhos pequenos recebeu com satisfação a oportunidade de dirigir uma congregação, e sabe o que ele ganha ? R$ 200,00 de “ajuda de custo” enquanto isso quando vamos no Belém vemos pastores setorias e de campo com seus lindos carros , ternos e sapatos dos mais caros enquanto o pastor lá da comunidade não recebe nem um salario minimo , todos fazem por que amam as almas e a obra de Deus. No Rio de Janeiro um estado que tem passado por grave crise econômica o PR Silas Malafaia consegue pagar para seus obreiros um salario de R$ 4000,00 à 20.000,00 para seus pastores com direito a moradia e escola para seus filhos, e em São Paulo o estado mais rico da união os pastores não conseguem pagar nem sequer um salario minimo para seus obreiros. Isso acontece à anos isso não acontece em todos os setores ou campo mas na maioria deles , mas viagens de avião estadia em hotéis isso conseguem pagar e não são poucas . De onde sai o pagamento dessas viagens , sai daquele pastor que acorda de madrugada não para orar pois se ele tivesse o sustento da igreja acordaria para buscar a palavra para à noite levar o pão quente do céu para as ovelhas sai irmãos com seus dízimos e ofertas . Mas muitos chegam correndo do trabalho e ainda precisam ter uma palavra para igreja e Deus que é maravilhoso concede a palavra pois o Senhor tem compromisso com a sua igreja e para com seus filhos. Isso precisa mudar , a visão, novos projetos de evangelismo de impacto para essa nação, não mudar nossos usos e costumes que em muitos lugares já mudou, não deixar a doutrina biblica , mas crescer , progredir e prosperar.

    1 Timóteo 5 NTLH

    17 Os presbíteros que fazem um bom trabalho na igreja merecem pagamento em dobro, especialmente os que se esforçam na pregação do evangelho e no ensino cristão.
    18 Pois as Escrituras Sagradas dizem: “Não amarre a boca do boi quando ele estiver pisando o trigo.” E dizem ainda: “O trabalhador merece o seu salário.”

  3. Mauricio disse:

    Tomemos, para título de exemplo, o salário dos obreiros. Não há nenhum padrão lógico para seu recebimento. Um obreiro do Sudeste em plena área central da cidade simplesmente não recebe nada. Outro do Nordeste ganha 15 ou 20 mil reais. Um obreiro de área, com responsabilidade sobre 15 igrejas ganha, digamos, R$ 1.000,00, outro com cinco, ganha R$ 4.000,00. Muitas vezes outro, sem igreja nenhuma, ganha 6 ou 7 mil reais. É o samba do crioulo doido assembleiano. Quem define? Qual o critério? A boa vontade do presidente!

  4. Pr Veraci Rabelo disse:

    Sr, Roberto rocha antes mesmo de vc, nascer o Pr, Samuel Camara já era Assembleiano o mesmo ja vem de uma terceira geraçao de de pastores que dismenbraram os rios e matas desta nossa amazonia pregando e anunciando o evangelho de nosso senhor a salvador Jesus cristo por isso carro Sr. pare de falar de algo que vc. desconhece . e não coloque DEUS nesta sua fala .pois o tanto o Pr. Samuel como qualquer uotro convencional que esteja capacitado para exercer este cargo tem direito de concorrer sem que aja impedimento do mesmo devemos ter renovaçao dentro de nossa CGADB.

  5. Húmus disse:

    Ao amigo que comentou logo acima: Sempre que não houver candidato idôneo num pleito, será então salvo-conduto para fraudá-lo?

  6. PR LAZARO disse:

    É por causa de pessoas como você Roberto Rocha que a CGADB esta desse jeito um mar de corrupção, o ocupado não é o Pr Samuel câmara, não foi ele que foi presidente há 30 anos e não fez absolutamente nada pelos os obreiros, vamos lá me site 3 obras de alta relevância que este “presidente” fez….? nenhuma né. Agora você vem falar ” é simples basto o Camara desiste” será que você ainda não intendeu que os obreiros querem mudança, será que você ainda não intendeu que quem esta lutando pelo poder é a família bezerra da costa, observe só nesta ultima desastrada AGO, que, foi nomeado para presidir a CPAD??? EM QUEM FOI EM?? JW. então veja só quem que esta lutando pelo poder?? já não era pro JW ir descansar? e deixar DEUS tomar conta desta causa. É PORQUE O JWJ NÃO DESISTE EM???

  7. Aurelio disse:

    Se tem um deus que está nesse negócio de CGADB, é o deus deste século; ou Deus toma parte em maracutaias, negociatas, mentiras, fraudes, enganos…e mais mil coisas profanas que não caberiam aqui?