Sem categoria

No que dá esses eventos de uso político da igreja…

Leia da Folha de São Paulo:

A Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo ingressou nesta quinta-feira com ação civil pública contra a Prefeitura de São Paulo devido a realização de um evento religioso no estádio do Pacaembu em 15 de novembro de 2011.

O promotor Mauricio Antonio Ribeiro Lopes pede a condenação do município por dano moral coletivo causado aos moradores do bairro. Segundo ele, houve desrespeito a decisões do Poder Judiciário que veda a utilização do estádio para eventos não esportivos. 

Na data foi realizado um evento em comemoração ao centenário da Igreja Assembleia de Deus.
A ação ainda pede a condenação, pela suposta prática de ato de improbidade administrativa, do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (SPD), e do pastor José Wellington Bezerra da Costa, além do pagamento de R$ 50 milhões. 

Segundo o promotor, quatro perícias realizadas indicaram excesso de ruído durante o evento.
A Prefeitura de São Paulo disse que não vai se manifestar sobre a ação porque ainda não foi notificada. A direção da Assembleia de Deus não foi encontrada pela reportagem na noite desta quinta para comentar o caso.

Aproveitando a deixa, e mesmo sabendo que a Lei deve ser cumprida (até porque um dos questionamentos não é o uso em si, mas a altura do som, o que é vergonhoso para quem quer cobrar uma norma dos outros), que história é essa de só usar o estádio para eventos esportivos? Quando é para custear todos nós pagamos, como está acontecendo agora com a Copa 2014! Vou arrumar tempo para saber como se chegou a esta Lei.

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!