O oleiro e o vaso em Jeremias 18

Introdução

Etapas para a elaboração de um vaso na olaria:

1) Escolher o barro

Normalmente o barro apropriado para a olaria está nas margens dos rios, em locais conhecidos como barreiros. É um trabalho pesado e difícil, requer o transporte de grandes porções do material;

Amassando o barro

Amassando o barro

2) Preparar o barro

Envolve duas atividades distintas e complementares:

– Bater o barro, para livrá-lo das pedras e outras impurezas;

– Amassar o barro, para eliminar eventuais bolhas de ar.

Tanto uma como outra atividade visam que o vaso possa suportar o calor. As bolhas poderão fazer com que a peça exploda dentro do forno, durante a queima, como também podem provocar rachaduras em peças que estejam secando.

Fazendo o vaso

Fazendo o vaso

3) Modelar o vaso

Para modelar um vaso o oleiro, que é o profissional que trabalha na fabricação de peças torneadas, utiliza a roda de oleiro. É uma bancada de madeira, antes movimentada pelos pés do trabalhador através de correias. Hoje em dia o torno utiliza um motor acionado de maneira semelhante às máquinas de costura motorizadas. A roda de oleiro foi inventada na Mesopotâmia, por volta de 4.000 a.C. A atividade de um oleiro requer muita dedicação e prática. O caminho que conduz à perfeição é muito longo. Sua tarefa principal é dar forma a uma porção de barro com as mãos e umas poucas ferramentas, como as que estão ao lado. A argila é colocada no centro de um prato giratório e com os dedos posicionados, externa e internamente, levantam-se as paredes da peça na forma e altura desejada. Simples é descrever o processo, mas só quem é bastante habilidoso e dedicado é que consegue executar eficientemente o trabalho. Notemos que as peças, apesar da habilidade do oleiro, não são iguais, são apenas semelhantes, em grande parte porque o trabalho é manual.

Continua após a publicidade

Este aplicativo é fantástico e gratuito. Pra quem gosta de ler basta ir comprando os títulos eletrônicos, geralmente mais baratos que o livro comum, e ir montando sua biblioteca. E há também muitos títulos gratuitos. Leio mais rápido, consigo destacar partes do texto, marca a página pra mim e ainda permite sincronizar com meu PC ou tablet. Simplesmente excelente!

Vamos ao texto

Jeremias 18:2-6 Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. 3 E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, 4 Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. 5 Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: 6 Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? diz o SENHOR. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

Destaques

  • O desvio de Israel – Jeremias profetizou numa etapa conturbada da história de Israel. Um tempo em que o povo estava desviado do Senhor, indo atrás de deuses falsos. Mas a idolatria sempre anda acompanhada de corrupção moral, distorção doutrinária, indiferença religiosa, prostituição e toda a sorte de pecados que afastam o homem de Deus. Não devemos pensar que acontece diferente em nossos dias;
  • A restauração de Deus para seu povo – O chamado de Deus a Jeremias para que descesse à casa do oleiro, tinha o efeito prático de mostrar como o Senhor restaura o povo desviado. O único requisito é se o vaso está ao alcance do oleiro (Jr 18:4). A Bíblia afirma que há situações em que já não há solução para o vaso (Pv 6:14,15; 29:1);
  • O barro é básico – Quem dá a dimensão de grandeza é aquele que orna o vaso. O oleiro pega um vaso aleatoriamente e o orna mais do que os outros. É o mesmo barro a demonstrar que Deus não precisa de nada especial para fazer algo belo. Enquanto a beleza do mundo é plastificada e precisa ser reinventada a divina se baseia na simplicidade. Simplicidade interior (caráter) e exterior. O oleiro tem tanto orgulho da simplicidade de seu produto que muitos o assinam ainda mole, para após a queima ficar a marca indelével de propriedade. Assim o Senhor se orgulha de termos seu Santo Espírito (Jo 14:16,17);
  • O oleiro (Deus) não é barro (povo) – São elementos diferentes de um mesmo processo espiritual (Is 29:16). Um dos grandes problemas que está destruindo espiritual e materialmente os vasos é a pretensão de dominar a história. Vasos há que não se submetem à vontade do oleiro, querem até mesmo tomar o seu lugar. Paulo afirma categórico: Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós (II Co 4:7), donde concluímos que o homem jamais será Deus;
  • Cada vaso é diferente – Vimos como através de um processo idêntico vasos são criados conforme o desejo do artífice, mas cada um deles possui uma forma particular e será utilizado de maneira diversa. Paulo afirma aos Romanos: Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? (Rm 9:21). Ainda que sua afirmativa seja em relação àqueles que Deus em sua soberania permite que se percam, podemos aplicar o conceito desta mesma soberania para o fato de que Deus nos criou para propósitos distintos. Esta mesma abordagem se aplica à vida, à profissão, ao casamento, à cargos na igreja e à toda nossa vida. Não deve haver rancor em nós porque isto é assim (Is 45:9). O sábio se alegra naquilo que Deus fez!
  • O barro implica em fragilidade – Devemos estar conscientes de nossas fraquezas. Há cinco características no barro:

Cor – De acordo com a sua composição, a argila apresenta-se com cores variáveis (branco, alaranjado ou cinzento). A argila mais pura, bastante mais clara designa-se por caulino. Brancura na Bíblia é santidade (Ap 3:5);

Plasticidade – A argila tem a capacidade de adquirir e manter diferentes formas ao ser trabalhada. Mesmo depois de seca e antes de ser cozida, pode ser novamente trabalhada se lhe adicionarmos água. Devemos ser pessoas maleáveis e flexíveis, mantendo nossos valores inalterados. Não importa que formato tenha a argila, ela não negocia seus princípios (Dn 1:8);

Resistência – É a propriedade que a peça tem de manter a forma dada após secagem e de se tornar mais resistente após a cozedura (II Co 10:18). Quanta satisfação não tem o oleiro após tirar o vaso do fogo?

Impermeabilidade – Depois de cozida e vidrada a peça deixa de absorver líquidos. Que possamos aprender com as garças, que andando na lama para recolher seu sustento, não se suja com ela. Sejamos impermeáveis ao pecado que nos rodeia tão de perto (Hb 12:1);

Sonoridade – Propriedade que a argila tem de emitir sons, através de pequenos batimentos, após a cozedura. Antes do cozimento o som da argila é fofo e quase inaudível. Existem artesãos que fazem desde flautas a berimbaus e bumbos de barro. Há um outro tipo de sonoridade que o cristão deve ter: a do silêncio ensurdecedor do exemplo (II Co 3:3).

Aplicação devocional do texto

Levanta-te – Não podemos entender o contexto desta palavra, senão relembrando como começamos. Jeremias levantou-se dentre a idolatria e outros pecados de seu povo. Ele não se acomodou com o tradicional: É assim mesmo…(Ef 5:14)

Desce à casa do oleiro – A casa do oleiro tem solução para os nossos problemas, mas somente se lá descermos. Quantos já não querem orar? Não querem gastar tempo sendo moldados pelo Senhor?

Deus não desiste de trabalhar por nós e em nós – O Senhor não cansa de trabalhar em nossas vidas (Is 64:4)

Falarei contigo – É a promessa do Senhor para aqueles que o buscam (Jr 29:13). Sua Palavra nos sustenta (Lc 4:4)

Conclusão

Desçamos à Casa do Oleiro. Deixemos que Ele nos molde, se necessário, nos quebre e refaça totalmente. Se estivermos em suas mãos, devemos crer que todas as coisas concorrerão para sua Glória (Rm 8:28). Após a queima, nos alegremos porque Ele faz a ferida e Ele mesmo sara (Os 6:1). Aonde nos puser em sua casa, façamos o melhor, pois foi do seu agrado que aí estivéssemos. Em suma, façamos tudo para agradá-lo, sua Palavra virá a nós trazendo paz, conforto, sabedoria, ânimo, poder e vitória (Fp 4:13)!

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

30 Comentários

  1. Fabio Henrique Fidelis de Arujo disse:

    Prezado professor paz do Senhor Jesus.
    confesso que os seus artigos são maravilhosos
    aprendo muito com eles que o Senhor Jesus continue abrindo sua mente e a nossa também com esses ensinamentos.
    Fábio Fidelis.

  2. jacinto dos santos disse:

    estudo maravilhoso!Deus abencoe mais e mais a sua vida

  3. LUCAS disse:

    Deus não desiste de trabalhar por nós e em nós – O Senhor não cansa de trabalhar em nossas vidas (Jr 64:4)
    (A REFERENCIA BIBLICA E ISAIAS 64 E NAO JEREMIAS)
    Deus não desiste de trabalhar por nós e em nós – O Senhor não cansa de trabalhar em nossas vidas (Is 64:4)

  4. Daladier Lima disse:

    Corrigido, prezado Lucas, muito obrigado!

  5. Dulce Maria de Santana disse:

    Aprendo muito com uma mensagem assim. Deus abençoe mais e mais.

  6. ana v valeria disse:

    nossa professor foi me aberto uma janela muito muito obrigada fiquei maravilhada

  7. Jeremias disse:

    Que Deus abençoe grandemente sua vida por compartilhar conosco esse mana do céu

  8. Erika disse:

    Gostei muito de ler esse estudo bíblico aqui, muito explicativo e enriquecedor. Que Deus Te abençoe.

  9. Mirian freire santos disse:

    Muito bom que o senhor continue te abençoando e iluminando sua mente te dando graças e possa abençoar sua família também a bíblia diz que Antes crescei na graça e no conhecimento do nosso senhor e salvador Jesus Cristo 2pedro 3.18

  10. Alessandra disse:

    Muito bom o estudo! Deus abençoe!

  11. Stela Borges de Paiva disse:

    Aprendi muito que não sabia antes. D
    eus continue abençoando sua vida ,para que possamos continuar entendendo as revelações do nosso Deus.

  12. Sidney Almeida disse:

    Somos semelhantes a una classe de alunos, onde Jesus é o nosso professor.Estamos aqui para buscar conhecimento e adquirindo as provas virão. Se estiver mos no firme fundamento do que não se ver mas se sente(a fé,passaremos de ano e alcançamos nosso objetivo….Obrigado.

  13. anderson disse:

    muito bom o estudo

  14. Daniel Rodrigues disse:

    Eu gostaria de fazer uma crítica. Eu creio ser uma crítica construtiva.

    Para que pensemos um pouco “fora da caixa”. A caixa no caso é o ensino padrão que é passado sobre esse texto.

    Creio que você concorde comigo que a mensagem acima não é muito diferente das principais pregações e dos mais conhecidos estudos. Ou seja, a ideia central de que Deus molda o seu povo.

    Uma coisa que acho interessante nesse passagem é que, vamos dizer assim “na pregação original”, ou seja, quando Jeremias usou o exemplo do oleiro, do barro, do vaso, etc, e tal, para ensinar algo, ao final da sua “pregação” ele foi preso e espancado.

    Hoje, quando se prega sobre essa passagem, nunca vi alguém ficar com raiva do pregador, inclusive lendo os comentários percebo que quem recebe a mensagem fica inclusive alegre com o que ouve/lê.

    Se aqueles homens se ofenderam tanto a ponto de espancar o pregador, e hoje os ouvintes não se sentem ofendidos, muito pelo contrário, até gostam da mensagem, então o que mudou?

    O coração dos homens ou a mensagem?

  15. Daladier Lima disse:

    Prezado,

    Excelente observação! Creio que os ouvintes se acomodaram à uma parte da mensagem.

    Abração!

  16. Daniel Rodrigues disse:

    Olá Daladier,

    Obrigado pela resposta.

    Mas creio que não são os ouvintes que se acomodaram à uma parte da mensagem. Como falei, essa é a pregação padrão… ou seja, os ouvintes só ouvem esta mensagem, ou variações muito pequenas sobre essa mensagem.

    Se você me permitir, eu gostaria de explicar a minha visão na da passagem bíblica, talvez o texto fique grande. 🙂

    Se puder liberar o texto para que os demais leitores também possam ter uma segunda visão…

    Partindo da pergunta que fiz no POST anterior:
    “Se aqueles homens se ofenderam tanto a ponto de espancar o pregador (Jeremias), e hoje os ouvintes não se sentem ofendidos, muito pelo contrário, até gostam da mensagem, então o que mudou? O coração dos homens ou a mensagem?”

    Minha resposta:

    A mensagem mudou.

    Para entendermos porque a mensagem mudou vamos traçar alguns pontos:
    1 – vc entende que que Israel era o povo escolhido, correto? que de certa forma havia uma promessa de coisas boas para essa nação;
    uma promessa que aquela nação seria próspera.. e tal…
    Afinal, Deus prometeu fazer de Israel uma grande nação e inclusive.. e abençoá-la..

    2 – mas e aí? Israel precisa fazer alguma coisa? ou deixar de fazer alguma coisa? essa promessa é algo que não possa ser mudado?

    3 – da mesma forma.. vc entende que por diversas vezes Deus amaldiçoou outras nações…
    E Deus em diversos momentos disse que destruiria algumas nações..
    porque? tinha ou não tinha alguma coisa que deixava Deus irado com essas nações que Ele resolvia amaldiçoar?

    Pois bem, finalmente vamos à mensagem de Jeremias:

    Jeremias não escreveu o texto para dizer que Deus molda o seu povo, mas para dizer que a promessa que Ele fez de abençoar o povo não era rígida como um vaso pronto (assado), mas flexível como um barro nas mãos do oleiro.

    Da mesma forma, que a decisão d’Ele de destruir um povo também não era uma palavra que jamais mudaria.

    Essa decisão poderia ser alterada no último momento, dependendo do comportamento da nação. Se o povo mudar, o Criador do universo está disposto a mudar a sua opinião, seja para abençoar, seja para destruir.

    Então, se Deus decidiu falar contra uma nação, para derrubá-la e destruí-la, porém, essa nação se arrepende da sua maldade, então Deus também se arrepende do mal que pensava fazer a ela.

    Nínive, é um exemplo. Não está neste texto, mas é um exemplo de uma situação em que Deus decidiu que destruiria uma nação inteira, mas o povo se arrependeu. Voltou atrás. E Deus também decidiu voltar atrás, e mudou sua decisão, como um barro nas mãos do oleiro.

    Porém, segundo Jeremias, o contrário também é verdadeiro.

    Se Deus decidiu abençoar uma nação, plantá-la e edifica-la, mas essa nação passar a fazer o mal diante de Seus olhos, então, Deus também pode mudar a sua decisão, como o barro nas mãos do oleiro, e castigar essa nação.

    O povo de Israel, é um exemplo disso também, afinal é retratada como o povo de Deus, a nação eleita. Praticamente a menina dos olhos de Deus. Deveria ser a nação mais abençoada de todas. Porém, por diversas vezes, Deus decide castiga-los, já que era um povo obstinado e constantemente se desviava da vontade do Pai.

    E isso é muito diferente:

    Primeiro – É o povo que tem que mudar, não Deus que está “moldando” o povo.
    E também, se o povo não mudar o comportamento que tinha no ato da promessa essa promessa não mudará, se cumprirá.

    Segundo -Jeremias está dizendo que a nação está fazendo mal diante dos olhos do Senhor (mesmo que talvez a nação “ache” que esteja honrando à Deus, mas isso é outra história).

    É por isso que no final um dos principais sacerdotes manda prender e castigar Jeremias. Ou seja, eles não aceitam que se desviaram dos caminhos do Senhor.

    Voltemos ao começo. Sobre a pregação do oleiro e do vaso de barro.

    Afinal? O que mudou? O coração dos homens ou a mensagem?

    O que Jeremias disse?

    Que Deus irá moldar o povo? Ou que a decisão dele de abençoá-lo ou amaldiçoa-lo pode mudar caso o povo se arrependa?

    E o que tudo isso significa nos dias de hoje?

    Eu gostaria de propor o seguinte:

    Tudo que eu disse aqui pode parecer estranho.

    Mesmo assim, eu pediria para você ler não o que os estudos, e os pregadores, os teólogos e doutores dizem que quer dizer a passagem.

    Também não esse texto que eu acabei de escrever.

    Mas ler, pela primeira vez na sua vida, o que Jeremias disse.

    Se quiser ler o que Jeremias disse é muito simples. Siga os passos abaixo:
    1. Pegue a sua bíblia
    2. Abra em Jeremias Capítulo 18
    3. Leia pelo menos até o capítulo 20.
    4. Não se prenda à divisão versículos/capítulos, quando Jeremias escreveu, era tudo um texto só. Não foi Jeremias que separou o texto em capítulos e versículos E essa divisão pode direcionar o seu entendimento fazendo achar que são vários assuntos, e não um assunto só.
    5. Não considere os títulos, não foi Jeremias que os colocou lá, e direcionam o seu entendimento para o entendimento de quem os colocou.
    6. Lembre-se, quando Jeremias escreveu, era tudo um texto só, sem pausas, portanto, leia assim, entendendo que até o cap 20 ainda é o mesmo assunto. Imagine que você está no local onde Jeremias falou essas coisas pela primeira vez.
    7. Se não tiver entendido, repita os passos 2 a 6 algumas vezes.

    Após ler Jeremias, responda para si mesmo com sinceridade:

    O que Jeremias disse se parece mais com o que você sempre ouviu nos sermões, ou mais com o que acabou de ler aqui neste texto?

    Paz!

  17. Ronadl disse:

    Daniel Rodrigues outra visão Meu querido irmão Paz Do Senhor Varão gostaria de conversar com você das Obras do Senhor… copilotojm@hotmail.com

  18. Ronadl disse:

    Deus seja Louvado

  19. marcos disse:

    muito bom q deus lhe abencoe e lhe de mas ainda entendimento da palavra de deus q vc possa mais ainda nos ensina…

  20. Jhonatan Fernandes disse:

    Os dois comentários foram excelentes, o comentário do Daladier Lima é uma mensagem motivacional, e o comentário do Daniel Rodrigues é uma mensagem exortativa, devemos observar a liturgia do culto para então guiados pelo o Espirito Santo aplicarmos a mensagem sendo ela motivacional ou exortativa, Que Deus nos abençoe em Cristo Jesus!

  21. RAQUEL disse:

    a palavra do senhor se renova a cada dia se renova a cada dia…
    a cada um o senhor revela,,,de maneira diferente…
    observando… as duas colocações estão corretas…

    o povo sofre por não ouvir a voz do senhor…
    na maioria das vezes…só entendemos oque nos é favorável…
    Então é muito mais fácil achar que Deus ESTA NOS MOLDANDO PARA RECEBER A BENÇÃO
    DO QUE PENSAR UM POUQUINHO MAIS, E VER QUE SOMOS NÓS É QUE PRECISAMOS MUDAR
    PARA QUE VENHAMOS RECEBER AS BENÇÃOS QUE O SENHOR NOS PROMETEU …
    ou muda de pratica para receber o que fora prometido pelo senhor
    ou o senhor,permitira que vc se quebre…para ele molda lo novamente.
    obs…..o senhor não quebra o vaso,o vaso se quebra sozinho,quando se vende quando,
    quando se assenta para participar de banquetes estranhos…

    se alguém entende que o senhor, se rende a birras..sinto muito…
    mas se vc ainda não entendeu que é preciso reconhecer sua praticas ilícitas perante ao senhor..
    vc continuara como vaso sendo moldado pelo OLEIRO
    BARRO QUE ESTA SEMPRE SENDO PISADO…

    ESPERO TER AJUDADO … FIQUE NA SANTA PAZ…

  22. Esta mensagem me trouxe várias experiências para os dias hoje, Deus tem um tratado com a sua igreja , Deus precisa de uma igreja vigilante,sem marcas, tenham renovo,e acima de tudo, uma vida de Santidade.Que nós igreja de Cristo sejamos fiéis ,porque Ele continua sempre fiel em nossas vidas!Alelúiass!

  23. Ana Claudia disse:

    Paz do senhor a todos hoje acordei com essa passagem que Deus mim deu em Jeremias 18,2 que diz levanta te e desce a casa do oleiro e lá te farei ouvir as minhas palavras. Estou a perguntar pq dessa mensagem o que Deus estar falando comigo sou nova convertida ainda assim não sei bem muito o que Deus estar falando mas sinto a presença

  24. Andreia disse:

    Deus abençoe a sua vida

  25. Francinaldo Sebastião da Silva disse:

    Boa noite gostaria de mais revelação da palavra de Deus em todas capítulo sou novo convertido mais tenho sede de aprender ou seja ser um pregador da palavra de Deus.

  26. Ricardo Ventura (Pricardoventura). disse:

    Muito bom as informações são precisas de eficazes, gostaria sempre obter-la.Sou amante da palavra de Deus e prezo em construir uma Oratória bíblica,com sabedoria e desenvoltura,para sempre fugirmos das infelizes heresias,que temos Infelizmente visto de muitos,por falta de conhecimento bíblico ! Graça e Paz.Amém.

  27. lucas dos santoa disse:

    Eu serei o mensageiro do culto de amanhã a noite e esse estudo me ajudou muito a montar a mensagem, louvado seja Deus pela sua vida!!

  28. Daladier Lima disse:

    Aleluia! Deus seja louvado!

  29. Flávio Neves disse:

    Deus te abençoe e continue te dando sabedoria para propagar a palavra do Senhor e salvar muitas almas.
    Fique na paz de Cristo.

  30. Maria Aparecida da Silva disse:

    Muito esclarecedor a explicação fiquei muito satisfeita