Missões Reflexões Daladier Lima

Oremos por Moreilândia/PE

Prezados 100 leitores, inspirado pelas famosas imagens missionárias, legendadas por “Ore por” seguido do nome do país, iniciamos uma série que se tornará categoria dentro do blog, visando levá-los a conhecer a “realidade” de algumas cidades do sertão brasileiro. Nosso foco será a quantidade de evangélicos e a carência evangelística da cidade.

Moreilândia

Moreilândia

Moreilândia é um município brasileiro do estado de Pernambuco, com apenas dois distritos: Sede e Caririmirim. A história conta que durante a grande seca de 1877 vários agricultores do Ceará deixaram suas terras em busca de locais onde houvesse água para consumo humano e animal. Foi o caso de Claudiano Alves Moreira, que veio de Iguatu, no Ceará, com sua família e rebanho. Por ali encontraram água e terra para cuidar. Anteriormente a cidade chamava-se Sítio dos Moreiras.

moreilandia

A população da cidade, conforme o censo de 2010[1], é de 11.132 habitantes. Dos quais 10.196 se declaram católicos. Em termos percentuais temos 91,59%. Há ali 647 pessoas que se declaram evangélicas, sendo 384 assembleianos. Uma congregação média de nossas cidades do lado de cá.

Fonte: IBGE - Censo 2010

Fonte: IBGE – Censo 2010

É um grande desafio para nós. Oremos por Moreilândia!

Conheça mais: http://www.moreilandia.pe.gov.br/

[1] Fonte: IBGE

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. Eduardo Juvenal disse:

    Infelizmente, o que estamos vendo hoje não é missão. É competição!!!!!

  2. Fabio Barbosa disse:

    Caro Ministro!! Fale mais sobre as realidades das cidades do nosso sertão,levante uma senso para que ” ………………….” acordar.

  3. Claudio Silva disse:

    A título de sugestão visto que o senhor é ministro do evangelho e próximo a mesa diretora poderia surgerir ao nosso estimado pastor – presidente : durante um (1) mês nos sábados e domingos com a participação de vários órgãos da igreja um multirão evangelítico manhã – tarde – noite com pregações louvores entrega de literaturas e a criação de um trabalho local com a manutenção de duas a três famílias de obreiros!

  4. Daladier Lima disse:

    Nobre Claudio, infelizmente, não enho influência alguma sobre tais decisões. O que podemos fazer é reverberar essas necessidades aqui e em nossas redes sociais.

    Abração!