Devocionais Daladier Lima

Os mitos, as dúvidas e a fé

Com quem você ficará hoje? Com os mitos, a dúvida ou a fé num Cristo que anda sobre as águas e nos chama para possibilidades infinitas? Vem comigo!

Os mitos, as dúvidas e a fé

Num mesmo mar, velho conhecido do pescador, conviviam os mitos e a dúvida, até que a fé chegou. Os mitos povoavam a cabeça dos que lançavam as redes. Ora era a natureza embravecida com sua rotineira exploração. Noutra um castigo localizado. Noutra um peixe imenso capaz de submergir um barco. Um fantasma habitava aquelas águas, diziam. A dúvida era amiga dos mitos. Impedia o lançamento das redes. Será que vem peixe? Hoje vai ser melhor que antes?

Uma cálida madrugada se tornou um pesadelo. A dor na consciência, por deixar Jesus sozinho do outro lado, fez com que enxergassem a criatura mítica que iria selar-lhes o destino. O mar carregava seus temores, ecoava suas exclamações, quando um brado se fez ouvir: “Sou eu!” Mas como? As leis da física conspiram contra pessoas andando sobre águas. É impossível!

Pedro, sempre mais açodado que os demais, interpela: “Se és tu, manda-me ao teu encontro?” O Mestre lhe respondeu de imediato: “Vem!” Ele pôs os pés sobre aquele mar ao qual estava acostumado, mas o mar era outro, cheio de possibilidades. Ele podia andar sobre aquelas águas! Mal andara um pouco tirou os olhos de Jesus e percebeu o vento. O mítico vento que trazia os fantasmas… E começou a afundar. Sempre atento o Mestre estendeu-lhe a mão e o livrou do afogamento, enquanto dizia: “Homem de pequena fé, por que você duvidou?”. A seguir entrou no barco e fez-se uma grande bonança.

Com quem você ficará hoje? Com os mitos, a dúvida ou a fé num Cristo que anda sobre as águas e nos chama para possibilidades infinitas? Será que você ficará com aqueles que não ousam? Um tipo de dúvida muito particular! Ou entre aqueles que, mesmo temendo, dizem-lhe: “Deixa-me ir ao teu encontro?” Não quero ser o mesmo Pedro!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

6 Comentários

  1. Williane Costa disse:

    Deus com sua misericórdia sobre nós, faz coisas maravilhosas que vemos e não vemos. Devemos colocar sempre nossa fé em prática, pq ele nunca nos decepcionará.

  2. Edinaldo Bernardino disse:

    Ouvi de um de meus mestres: “fé, é procurar um gato preto dentro de um quarto escuro”. E não é assim? As vezes temos que aventurar, num lugar desconhecido, procurar uma coisa que não sabemos ao certo como achar. Porém, nossa ajuda não vem de uma simples lâmpada que possa ser colocada ali, mas daquele que é a própria Luz.

  3. Amém! As dúvidas, os medos só nos fazem retroceder, parar de avançar e nos fazer duvidar do que Deus pode fazer em nossas vidas!

  4. Interessante… Pedro e qualquer outro pescador tinha esses mitos, de acreditar em fantasmas, grande peixes engolidores, e etc. Mas agora ele encontrara Jesus, que faz uma promessa de que encontraria-se com eles, mas não disse como os encontraria, talvez Pedro e os discípulos pensavam que ele iria deixar amanhacer para partir ele algum barco, mas Jesus vai na 4° vigília, e quandro Jesus aparece eles crêem no mito do fantasma e deixam de acreditar na promessa do encontro, é assim em nossas vidas, pelas adversidades da vida que passamos, esquecemos da “Promessa Do Encontro” e cremos no mito, mas Jesus continua-nos a dizer: “Sou Eu, Não Temas”!

  5. Pedro e os discípulos deram crédito ao mito ao invés da promessa do encontro, mas Jesus continua-nos a dizer: “Não Temas, Sou Eu”!

  6. Daladier Lima disse:

    Contabilizamos só um dos comentários!