Browse By

Ouçamos um presidente de uma Assembleia de Deus estadual sobre política!

11 thoughts on “Ouçamos um presidente de uma Assembleia de Deus estadual sobre política!”

  1. Evandro Shalom says:

    Eu entendi aí que o Pr. Martim Alves se preocupou apenas em não transgredirmos a Lei Eleitoral,promulgada pelo TSE e TRE,e não ferirmos a ética.
    Não devemos,entretanto,esquecer de que não devemos transgredir a LEI MAIOR(a de Deus),que condena veemente e terminantemente essas práticas mudanas e satânicas.
    #Fica a dica#

  2. Ana Rejane says:

    Seria bom,se pelo menos,a metade dos pastores pensasse assim.
    Excelente posição!

  3. Ev. José Roberto says:

    Seria bom que essa maneira de pensar, e agir contagiasse um número maior de pastores em todo Brasil /e ou nordeste. Parabéns pastor Daladier pois suas postagens sempre são de grande valor, nos instruir.

  4. Daladier Lima says:

    Excelente observação! A Lei de Deus é superior à dos homens!

    Abração!

  5. Joab roque says:

    Amado.! Adorei as observações diante da palavra de Deus….

  6. Weydja Siqueira says:

    Excelente colocação!
    Devemos sim exercer o nosso “papel” como cidadãos, mas que tenhamos o discernimento e coerência ao votarmos, pois não podemos fugir dos nossos padrões éticos e bíblicos.
    Também vale salientar que somos ovelhas de um rebanho ao qual o dono é Jesus Cristo, portanto já tenho um dono e diretor algum pode comprometer o voto de uma ovelha que não é sua, não lhe pertence. É o título eleitoral é individual, assim como a Salvação.
    Cada um fale por si, e não pela instituição ao qual lidera.

  7. Ivan says:

    O problema é com o passar do tempo quando um homem ou mulher de Deus é eleito(a). Fica sem tempo para Deus, concorda com coisas que Deus não concorda e daí por diante. Será que fica fiel até o fim?

  8. Alexsandro Cabral says:

    Vejo que muitos candidatos fazem isso mesmo (tratam a Igreja e seus Membros como currais políticos e alguns Pastores como donos das Ovelhas). E o que eu acho mais intrigante é ver esses candidatos visitando Igrejas e se fazendo de coitadinhos quase levantando a mão para aceitar a Jesus. Opa, como eu disse “QUASE”. Aí crentes mais inocentes chegam a dizer: Olha ele está sendo tocado pelo espírito, acho que ele vai visitar mais Igrejas e vai aceitar…
    Por outras, vejo candidatos Evangélicos quase se degladiando em comíssios e depois apertando a mão de um e do outro nos púlpitos das Igrejas. Onde foi parar a ética dos nossos líderes e onde está o amor ao próximo!!!
    Me lembro agora o que está escrito no livro de Ezequiel 34. “Ai dos Pastores que apascentam a si mesmos”.

  9. Angeline Brandão says:

    De uma sabedoria surreal!
    ” Fiquei em algum momento lembrando de Paulo, será que não seriam palavras assim, que o saudoso apóstolo nos orientaria? ” ❤

  10. Ana Lúcia Louback says:

    Parabéns por essa exortação tão oportuna. Infelizmente, é a realidade de quase todas as igrejas. Ou seja, se prestarem como “massa de manobra” para atender interesses pessoais e particulares ou até mesmo “em troca de favores”. O povo precisa ser orientado, pois ouvi de diversos irmãos a confissão dessa falta de conhecimento a respeito dos candidatos e de suas propostas, porém, como foi dito, nossas escolhas devem priorizar a história, o projeto, os princípios, os valores, a Ética desses candidatos e não suas propostas populistas. Que Deus ilumine nosso povo para votar no melhor. Que seja comprometido com todos esses pontos. E, de modo nenhum, votar em esquerdistas.

  11. JAILSON AVELINO DA SILVA says:

    Excelente posicionamento!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: