Panorama das Lições da EBD do 1º trimestre/2016 – Escatologia

Introdução

As lições são, por natureza, um pequeno estudo sobre determinado tema. O espaço é pequeno e a intenção é nortear um breve estudo em seus vários tópicos. Não devemos esperar um tratado de Escatologia, mas uma introdução sistemática do tema. Lembremos aos amados que esta matéria é assunto de um semestre num seminário.

O comentarista

Pr Elinaldo Renovato

O comentarista é o Pr. Elinaldo Renovato, líder da Igreja Assembleia de Deus em Parnamirim/RN, a qual tivemos a oportunidade de visitar em outubro de 2015 e conhece-lo pessoalmente. É um estudioso das Escrituras, com diversos livros e revistas editados pela CPAD. É mestre em Ciências da Religião. Na vida secular é formado em Economia, com mestrado em Administração, tendo sido professor e pró-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte[1].

O tema das lições

Como já falamos, a lição versa sobre Escatologia, que é a doutrina das últimas coisas. O autor foi muito feliz na colocação dos assuntos. Uma ressalva é a não apresentação detalhada das diversas vertentes escatológicas. Ou seja, há entendimentos os mais diversos nas diversas denominações evangélicas. Há até mesmo os que não creem no arrebatamento da Igreja. Mas a lição não poderia ser diferente, tem poucas páginas e somente uma aula de pouco mais de uma hora. Ao invés de se preocupar com tais interpretações alternativas é melhor fundamentar o que a AD defende.

Livros para aprofundar o assunto

Se o aluno desejar um aprendizado mais aprofundado, não custa lançar mão de outros trabalhos. Sugerimos aqui o monumental Manual de Escatologia, de J. Dwight Pentecost. É uma obra massuda que apresenta algumas das mais populares vertentes da Escatologia.

Outro livro que merece ser considerado é a Teologia Sistemática de Wayne Grudem. É um livro genérico sobre teologia, mas a partir de sua página 931, apresenta-nos a Escatologia, buscando refutar alguns dos conceitos distorcidos a respeito.

Ainda temos a Introdução à Teologia Sistemática de Millard J. Erickson, que discute o assunto a partir da página 479, e é uma das primeiras a abordar a questão da Escatologia Individual, assunto referenciado pelo autor na lição e no livro de apoio.

Por indicação de nossos leitores nas redes sociais, ainda temos: Escatologia: a polêmica em torno do milênio, do mesmo Millard J. Erickson e A Bíblia e o Futuro, de Anthony Hoekema.

Da própria CPAD, ainda temos Daniel e Apocalipse, de Antonio Gilberto. Ele traça um excelente paralelo entre os dois livros, elucidando questões chave do assunto. Há diversos outros livros das editoras evangélicas. O leitor só deve tomar cuidado com versões fantasiosas e ridículas, que nada acrescentam a não ser causar confusão e enfatizar discrepâncias. É bom desde já ter em mente que muita coisa no Apocalipse irá mudar diante dos fatos. Ou seja, muitas das coisas que pensamos que irá acontecer de determinada maneira, não o será.

Não podemos deixar de falar de alguns diagramas disponíveis na web, que trazem uma boa representação gráfica dos assuntos a serem tratados no trimestre. Os estudantes só devem tomar cuidado com seu conteúdo. O ideal é que os professores pudessem imprimi-los e trazer para a sala de aula, à medida que fossem tratados na lição. Destacamos dois pela abrangência dos assuntos e por sua excelente resolução para impressão. Basta copiar os links abaixo e fazer o download.

Plano divino através dos séculos

https://drive.google.com/file/d/0B-5J89FHEYF5aWVCeWNfTjF0VWs/edit?usp=sharing

Apocalipse_em_ordem_cronolgica

http://www.4shared.com/download/_hLkReaace/Apocalipse_em_ordem_cronolgica.bmp?lgfp=3000

 A importância da Bíblia

Propus aos meus seguidores no Facebook que lessem/relessem os livros de Daniel e Apocalipse. Muitos estudiosos focam nas interpretações e polêmicas e esquecem de ler a fonte que as origina. Todo professor de EBD deste trimestre deve ter certeza que leu os livros que são o texto base da lição. E se já o fizeram em algum momento da vida, não custa reler. Pequenos detalhes nos passam despercebidos.

Dia desses estava explanando na congregação em que trabalhava sobre as cartas do Apocalipse. Em dado instante da pesquisa, descobri que Jesus terá um novo nome no Céu. Isso! Quer ver? Leia Apocalipse 3:12, a última frase do versículo! Quer outra polêmica nas mesmas cartas? Apocalipse 3:21: “Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono.” Quantos tronos temos no Céu? Os pronomes embaralham a compreensão do leitor desatento!

Então, leia e releia detidamente Daniel e Apocalipse, Mateus 24, I Tessaloninceses 4, I Coríntios 15 entre outros textos que são escatológicos. É o mínimo a ser feito para um bom entendimento do assunto. Os livros ajudarão na montagem do quebra cabeças, mas a própria Bíblia é indispensável.

Vamos às lições:

Lição 1 – Escatologia, o Estudo das Últimas Coisas

Escatologia

(Pronuncia-se: eschatos + loguia. Em grego o g nunca tem o som de j, como em gelo) É uma lição introdutória. Atenção para a origem da palavra Escatologia e sua conotação ao longo dos tempos. Infelizmente, há muitos salvos que não conhecem as doutrinas básicas de nossa fé. Isto é crucial frente às inúmeras e errôneas interpretações que surgem a cada dia, sendo uma das razões principais porque tantos são enredados por heresias.

Lição 2 – Sinais que Antecedem a Volta de Cristo

Esta lição aborda os eventos que Cristo determinou como sinais de sua vinda. O comentarista destaca que tais sinais crescem em intensidade. Destaco a sinergia dos mesmos, antes eles aconteciam de maneira isolada em determinado lugar do mundo. Agora temos guerra na Síria, rumores de guerras na Venezuela, fome na África, esfriamento na Europa, desunião familiar e violência no Brasil. Ou seja, as dores de parto estão generalizadas e todas acontecendo ao mesmo tempo. Disponibilizamos há três anos um conjunto de slides sobre o Final dos Tempos, no qual trazemos diversas informações importantes. Se os irmãos desejarem utilizá-lo, está disponível no SlideShare. Pode ser utilizado quase sem atualizações.

Lição 3 – Esperando a Volta de Jesus

Nesta lição o comentarista entra na seara da escatologia individual. Não basta sabermos em quantas etapas se dará a vinda de Cristo. Se haverá Milênio ou não, se a Igreja estará nas Bodas do Cordeiro e tantas outras coisas. Tudo isso é importante, mas o melhor é participar pessoalmente. Um conhecedor profundo de Escatologia despreparado pode perder o Arrebatamento! Você está preparado?

Lição 4 – Esteja Alerta e Vigilante, Jesus Voltará

Aqui há um desdobramento da lição anterior. Mas enquanto na outra o foco é a preocupação interior, nesta é olhar ao redor e perceber que este mundo em caos caminha para seu fim! O comentarista enfatiza o fato de que a vinda de Jesus é repentina para todos e inesperada para os servos despercebidos. Tal e qual a parábola das virgens das dez virgens (Mateus 25).

Lição 5 – O Arrebatamento da Igreja

Nesta lição iniciam os desdobramentos finais da história humana. O Arrebatamento é o evento que dispara o cronograma inadiável do fim dos tempos. Por isso, precisa de extrema atenção do professor e dos alunos. O quadro que acompanha a lição e mostra a sequência de eventos deve ser visto e revisto pelos alunos e bem explanado pelo professor.

Lição 6 – O Tribunal de Cristo e os Galardões

Esta lição é complexa. Os alunos devem pesquisa-la e questionar seus professores. Estes devem estar preparados para responder aos questionamentos com mansidão e temor (I Pedro 3:15).

O objetivo do Tribunal de Cristo não é condenar os crentes, mas galardoar os arrebatados. Que tipo de galardão será esse? Como será o critério de recompensa dos salvos? São questões que a lição se propõe a responder.

Lição 7 – As Bodas do Cordeiro

Aqui é a festa completa. O momento ímpar em que os santos serão servidos pelo Cordeiro. Cremos que neste momento acontecerá o que está previsto em Apocalipse 3:5.

As Bodas do Cordeiro é a celebração da união entre a Noiva (a Igreja) e o Cordeiro (Jesus Cristo). É um dos pontos altos do relacionamento de Cristo com uma Igreja pura, santa, imaculada. Hoje a Igreja se assenta em lugares espirituais e durante a Ceia partilha o corpo e o sangue, mas um vinho novo está reservado nos Céus para nós (Mateus 26:29)

Lição 8 – A Grande Tribulação

É uma lição de extrema importância, porque grande parte das controvérsias ocorre aqui. De um lado temos os pré-tribulacionistas e os que defendem que a Igreja já está atravessando a Grande Tribulação, entre outros.

Para os que creem nas dispensações somente após o arrebatamento da igreja haverá Grande Tribulação. A lição irá ponderar porque esta é a interpretação mais adequada. Também irá detalhar uma série de juízos que se abaterão sobre a Terra, durante esse período. Prestemos atenção à sequência.

Se quiser se aprofundar, pesquise sobre as dispensações. Vai melhorar sua compreensão panorâmica do assunto da lição.

Lição 9 – A Vinda de Jesus em Glória

A importância desta lição é saber distinguir entre a vinda de Jesus para arrebatar a sua Igreja e sua vinda em glória para reinar com sua Noiva. Pasmem! Mas há muitos crentes que não sabem a diferença entre um episódio e outro.

Outro destaque importante é que a vinda de Jesus em glória suspende as ações do Diabo na Terra. O príncipe deste mundo será preso e estará fora de circulação por mil anos.

Lição 10 – Milênio – Um Tempo Glorioso para a Terra

O milênio, como o nome já diz, será um período de mil anos do reinado de Cristo na Terra. Neste assunto também há diversas controvérsias. Uns creem que sequer haverá Milênio!

A lição vai demonstrar a necessidade de tal tempo de reinado, até que o fim se complete, seguindo-se a soltura de Satanás e a instauração do Juízo Final.

Lição 11 – O Juízo Final

O Juízo Final será o ápice dos juízos de Deus sobre a Terra. Do ponto de vista dos ímpios é a última etapa do banimento total do homem sem Deus. Devemos prestar especial atenção a tal momento, porque não podemos confundi-lo com o Tribunal de Cristo, que é um evento apenas para os salvos.

Lição 12 – Novos Céus e Nova Terra

O plano de Deus se aproxima do fim. Haverão novos Céus e nova Terra, onde habitam a justiça e nos quais jamais haverá morte ou dor. Haverá também uma Nova Jerusalém, prepara e adornada por Deus.

Lição 13 – O Destino Final dos Mortos

Como a lição em geral tem um tom mais devocional e este evento é o toque final, nada melhor do que fechar com ele. Não é o que somos que nos preocupa, mas o que haveremos de ser. Só há duas possibilidades: um salvo remido que vai morar no Céu com Deus eternamente, ou a perdição eterna. Note que neste destino final não tem rei, Satanás e seus anjos também estarão em sofrimento eterno, ao contrário do que acontece hoje no Inferno. No lago de fogo, diz a Bíblia, a própria morte será lançada.

A lição busca esclarecer o estado dos mortos neste atual momento da História, desmistificando coisas como o purgatório e o sono da alma, posição defendida por algumas seitas heréticas.

Conclusão

Devemos ter cuidado na verossimilhança entre filmes e séries modernas com o que está escrito na Palavra de Deus. Todo cuidado é pouco para não romantizarmos a profecia bíblica, tornando-a um mero script. As profecias bíblicas se cumprirão! Não é algo que possamos dar um final alternativo ou trocar personagens!

A última ressalva nesta lição é a ocorrência de diversos termos gregos e hebraicos sem sua correspondente pronúncia, problema recorrente nas lições da CPAD. Na lição 2, a editora se superou, simplesmente transliterou um dos termos, sem qualquer relação com sua pronúncia. Claro, há os professores que cursaram a matéria e poderão se sair bem e há os que nada conhecem das línguas bíblicas e estarão com alguma dificuldade perante a classe.

Vamos ajudar, trazendo algumas das palavras citadas nos comentários (clique para expandir):

Termos gregos e hebraicos da lição - Parte 1

Termos gregos e hebraicos da lição - Parte 2

[1] http://www.adparnamirim.com.br/?page_id=66

Leia/baixe este material em PDF:

Panorama-das-lições-do-1º-Trimestre_2016

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Excelente! Como sempre, sua abordagem tem uma boa dinâmica. Que nesse novo trimestre nossos amigos, e irmãos em Cristo que se esmeram no ensino da Escola Dominical possam se debruçar nos estudos, e preparem boas aulas, para sanar as mais variadas dúvidas que poderão existir nas aulas.

    Daladier? Parabéns! Gostei muito desse resumo das 13 lições. Forte abraço.. Deus te abençoe!