Reflexões Daladier Lima

Vamos fazer missões… no Brasil!?

Prezados, dez leitores, retomo a discussão sobre nossas prioridades missionárias. Apesar de tido como um país evangelizado, há imensas lacunas neste “minicontinente”, às quais a Igreja evangélica brasileira deve suas ações em missões. Por vezes nos voltamos para o Exterior, mas é aqui, sobretudo, que temos imensas oportunidades de evangelização. O que dizer de pessoas que moram em países fechados como a China e países árabes e que estão residindo em nosso País no momento? São oportunidades únicas que não podemos perder! Mas perdemos…

Vamos pregar ao Brasil!

Sobre o autor | Website

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Alexsandro Cabral disse:

    O que acho intrigante é que os missionários quando chegaram ao Brasil, assim que se propagou a grande obra de Deus, logo tiveram homens e mulheres capazes de tocar a obra até aos dias de hoje. Então porque em 40 anos de obra missionária em alguns países não passamos a liderança da obra aos nacionais desses paises? E é evidente que precisamos fazer missão dentro das nossas fronteiras, inclusive em nosso estado onde há várias cidades que não ouviram o verdadeiro evangelho, cidades dominadas pelo catolicismo e o misticismo. Será que em 40 anos tivemos mais evolução nas obras missionárias em nossas fronteiras ou fora delas? Não sou contra a obra missionária fora do nosso país, mas acho muito interessante voltarmos mais atenção também aos missionários das nossas fronteiras e ao nosso povo. Sem falar que somos um país que recebe muitos outros povos que passam a residir em nossas terras facilitando o convivio e a entrada em país mais difíceis de pregar o evangelho.