Retrospectiva 2020 – Parte1: CGADB

É hora de nossa retrospectiva 2020. Como o assunto é vasto, vamos dividi-lo em partes para ajudar nossos leitores. Desta vez analisamos a atuação da CGADB. Vem comigo!

Prezados leitores, dezembro marca um final de ano como sempre. São decorridos 365 dias em que ações e omissões são analisadas. Dividiremos esta retrospectiva em duas ou três partes. Nesta primeira parte iremos analisar a atuação da atual diretoria da CGADB. Em julho de 2020 se completaram três anos da atual administração. Agora em dezembro, três anos e cinco meses.

Presumo que muitos dos nossos leitores não são ministros ou até mesmo assembleianos, mas eu prometi a todos os leitores que acompanharíamos as ações da entidade. Aliás, exceto pelos assembleianos não filiados à CGADB, o que é decidido pela alta cúpula da nossa administração afeta a todos nós.

Como faremos esta análise? Listaremos todas as propostas de campanha do atual presidente, com um breve comentário sobre o que foi feito e ao final concluiremos com algumas das pendências históricas nacionais. Se algum dos leitores puder nos enviar ações sentidas no seu Estado, na sua Convenção, que são reflexos diretos da nova administração, não me deixe ser injusto. Ok? O espaço também está aberto ao presidente ou alguém que investido por ele quiser se manifestar.

Então, vamos às propostas de campanha do atual presidente:

1) Debater a implantação de colégios assembleianos no Brasil

Situação da proposta: Nenhum colégio implantado! Foi criado um plano a partir do Conselho de Educação e Cultura e só. Como já dissemos aqui, essa cultura de gueto não costuma favorecer à Igreja (João 17:15). Optaria por formar professores evangélicos e sérios para salgar no meio da academia. Infelizmente, não há nenhuma proposta nesse sentido.

2) Criação dos conselhos da juventude

Situação da proposta: Não temos notícias de nenhum conselho criado! Nossa atuação universitária é pífia e inexpressiva. Não se sabe muito bem o que seriam estes conselhos. O que temos certeza é que os jovens não são parte da estratégia de crescimento assembleiano.

3) Calendário nacional das Assembleias de Deus

Situação da proposta: Nenhum calendário criado! Datas importantes passam em branco. Os calendários funcionam (quando funcionam!) dentro das Convenções e ministérios. As datas divulgadas pela CGADB passam em branco. Continua nossa mania de NÃO aproveitar as datas comemorativas para a evangelização entre outros. Dias importantes como a data de fundação da AD passam em branco!

4) Benefícios aos ministros
Boletins periódicos para informação aos ministros e outros benefícios

Situação da proposta: Nenhum boletim emitido e nenhum benefício anunciado. Alguns dirão que veio a pandemia, etc. Mas é bom lembrar que está sendo analisado um período de três anos e meio. Desconheço um só ministro cuja atuação tenha sido beneficiada diretamente pela CGADB.

5) Construção de templos em lugares carentes

Situação da proposta: Nenhum templo construído! Desconhecemos qualquer templo, por pequeno que seja, construído diretamente pela entidade! Nem em apoio às missões, nem às Convenções. Oportuno lembrar o clamor do Sertão nordestino, onde milhares de irmãos andam quilômetros até uma congregação e há diversas cidades com menos de 1% de evangélicos. Faltam ainda os ciganos, os ribeirinhos, os índios e uma gama enorme de grupos desassistidos;

6) Trabalhos de ação social em áreas carentes

Situação da proposta: Nenhum realizado! Desconhecemos qualquer ação direta da entidade para mitigar os diversos problemas que possuímos neste quesito. Encampar iniciativas de igrejas e ministérios como suas não vale.

7) Fortalecer e impulsionar a CPAD
a) Novas lojas

Situação da proposta: Uma nova loja aberta! A última loja inaugurada foi em 12/09/2018, a loja de Porto Velho/RO. Compreendemos, por outro lado, que essas lojas são estruturas cuja manutenção é caríssima e o e-commerce tem substituído sua necessidade.

b) Abertura do espaço para novos escritores
Situação da proposta: Só lembramos do Gutierres Siqueira. Infelizmente, nada de estímulo à produção nacional. No portal CPADNews permanecem os mesmíssimos 12 escritores de que falamos aqui em 20/08/2016! É incrível, mas é verdade. A entidade está engessada. Não há constatação diferente a fazer. Conseguem até manter um colunista que faleceu!

CPAD News – Imagem captada em 23/12/2020

c) Novos eventos de abrangência nacional
Situação da proposta: Nenhum evento realmente novo! Como já dissemos, mais do mesmo, infelizmente, num mundo em constante transformação. Nenhum evento realmente inovador.

8) Dinamizar os meios de comunicação

Situação da proposta: Lançamento do TV CPAD! A iniciativa pretendia ser um guarda-chuva dos conteúdos multimídia da Convenção Geral e se juntaria ao CPAD News e ao Movimento Pentecostal entre outros! Porém, a audiência patina. No instante em que escrevo (23/12/2020) os últimos vídeos possuem audiência mínima. Os únicos que se salvam são os dedicados à EBD.

CPAD audiência em 23/12/2020

CPAD audiência em 23/12/2020

O canal no Youtube conta hoje ao todo com 11 milhões de visualizações. O canal EBD na TV do pastor Agnaldo Betti, dedicado exclusivamente à EBD, está com 20 milhões de visualizações. É um canal de um homem só, enquanto a iniciativa da CGADB se soma à CPAD e é, certamente, obra de uma grande e profissional equipe. Não há um reles vídeo na TV CPAD sobre o natal deste ano de 2020!

Todo o noticiário da CGADB continua a ser repercutido num blog pessoal, do prezado amigo Tiago Bertulino[5]. Atenção! Nada contra o irmão Tiago, porém, entendemos que são notícias de cunho institucional que deveriam estar no portal da entidade.

Infelizmente, pra piorar, os portais e sites das mais diversas Convenções nacionais não repercutem o material da CGADB. 

9) Eventos que promovam a participação das famílias dos obreiros em AGOs

Situação da proposta: Nenhum evento do tipo! O que temos são cultos sem muito foco onde não se abordam os verdadeiros problemas das famílias pastorais.

10) Reuniões da Mesa Diretora por região

Situação da proposta: Uma reunião realizada em Recife! Não temos notícia de outras em outras regiões, dentro da proposta feita. 

11) Metas Missionárias e Evangelísticas

Situação da proposta: Nenhuma meta implantada! No apagar das luzes e mirando 2021, que é quando termina o mandato do atual presidente, a CGADB junto com a CPAD lançaram algumas metas. Mas alguém deve ter errado a mão. Meta pra batismo do Espírito Santo? Complicado. Ainda não temos notícia de que esses objetivos tenham sido compartilhados com as igrejas em geral.

Metas para 2021

Metas para 2021

12) Combate aos modismos e desvios

Situação da proposta: Nenhum combate efetivo! Os assembleianos estão cada vez mais envolvidos com a Teologia da Prosperidade e outras novidades. As cobranças financeiras são generalizadas e as igrejas incorporaram o modus operandi da IURD de vez! 

Por oportuno, repetimos aqui outras propostas que se juntam necessidades históricas, tais como:

  • Criação de um manual de governança corporativa para as práticas contábeis, fiscais e financeiras de igrejas e convenções filiadas;
  • Criação de um manual de transparência institucional a ser implantado a médio e longo prazo;
  • Avaliação dos estatutos de igrejas e convenções para o enquadramento legal de seus dispositivos;
  • Nivelar e limitar salários e prebendas de presidentes, visando valores nababescos eventualmente pagos em determinadas igrejas e convenções, enquanto outros ministros nada ganham;
  • Tomar posição contra o uso indiscriminado da marca Assembleia de Deus;
  • Normatizar o reconhecimento de cartas e cartões de ministro que hoje ficam, discricionariamente, à mercê das Convenções. Em muitos casos ministros dentro de um mesmo Estado não são sequer apresentados, quanto mais considerados;
  • Centralizar e atualizar os dados pessoais de ministros e suas famílias;
  • Realizar um levantamento qualitativo de nossos membros, visando ações de cunho estratégico para a denominação;
  • Criar formas de interação real com ministros do Brasil, através de telefonemas diretos via assessoria ou envio de e-mails com solicitação de sugestões e outras informações;
  • Resolver, em definitivo, o problema das invasões de espaços geográficos, fazendo valer o artigo 9 do Estatuto Social da entidade;
  • Criar uma ouvidoria que enquadre os pastores perseguidores. Não raro as vítimas ficam a mercê de si mesmas, sem ter um “CNJ da AD” a quem recorrer;
  • Criação de um programa estratégico de evangelização do Sertão, para suprir a necessidades dos vitimados pela idolatria, tanto quanto para prover o sustento de obreiros vocacionados, mas necessitados de ajuda;
  • Atuar junto a contingentes que estão imigrando em massa para nosso País;
  • Atualizar a home page da CGADB com dados relevantes para os ministros;
  • Atualizar os dados estratégicos das Comissões internas;
  • Tornar as comissões efetivas em sua área de atuação;
  • Criar uma rede de assistência social para ministros mais necessitados;
  • Promoção de um ENEM teológico para atacar as regiões (estados, cidades, bairros, localidades) com maior déficit de conhecimento teológico;
  • Inibir grandes eventos nos quais modismos são amplamente veiculados, sem que haja uma oposição institucional;
  • Produção de vídeos de repercussão em datas comemorativas como Páscoa, Natal, Ano Novo, Dia das Mães, Dia dos Namorados (Por que não? Que dia melhor para combater a ideologia de gênero?), Dia dos Pais, Data de Fundação da AD, Dia da Bíblia, etc;
  • Veiculação DIÁRIA de uma mensagem institucional da CGADB para todo o território nacional, se possível, com o impulsionamento via redes sociais (com R$ 10.000,00 mensais é possível alcançar 3 milhões de pessoas a cada mês o que é mais barato que um programa de TV veiculado uma vez por semana!)

Como fizemos em 2018, ressaltamos que não temos a intenção de denegrir a nova administração. Estamos interfaceando um relatório para nossos leitores e teremos todo prazer em divulgar ações que forem levadas a efeito. Costumamos ter coerência com isso. O que nos motiva é sermos tão grandes e, ao mesmo tempo, tão desarticulados.

[1] http://www.tiagobertulino.com.br

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!