Subsídio para a 6ª Lição – Santificarás o sábado – 08/02/2015

Dez coisas que você precisa saber sobre o sábado:

1) Que o sábado era para Israel. O sinal de uma aliança perpétua entre Deus e seu povo (Êxodo 31:13). Como, aliás, o são centenas de promessas e mandamentos do Velho Testamento;

2) Que o simples acendimento de uma chama de fogão (ainda que isto fosse um sacrifício muito maior nos tempos do êxodo) implicava na transgressão do 4º mandamento (Êxodo 35:3). Que não se poderia preparar comida neste dia (Êxodo 16:23);

3) Que a transgressão deste mandamento era punida com a morte do transgressor (Êxodo 35:2);

4) Que a cada sete anos havia o ano sabático, no qual o campo descansava e os credores eram perdoados (Êxodo 25:4ss). Neste ano nada era plantado. O povo vivia do que brotasse e do que nascesse por conta própria. Ou seja, contextualizando, se quisermos guardar o sábado neste ano viveríamos apenas das economias;

5) Que a cada 49 anos era o sábado dos sábados, o quinquagésimo é o ano do jubileu. A partir do sétimo mês haveriam diversas festas deveriam ser realizadas. E além de tudo o que acontece no sétimo ano, os escravos seriam libertados e as terras recebidas como pagamento de dívidas seriam devolvidas. Para guardar este calendário era necessário realizar as festas e o descanso;

6) Que o sábado foi criado por causa do homem (Marcos 2:27). Para ser um dia de descanso e adoração ao Senhor. Se vamos cumpri-lo, devemos cumprir toda a Lei. A começar pela circuncisão (I Coríntios 7:18)! A Igreja Primitiva faz questão de ressaltar que as reuniões mais importantes, como o ágape e a Ceia, eram realizadas num domingo (Atos 20:7). Esse dia passou a ser chamado de Dia do Senhor (Apocalipse 1:10), porque nele Jesus ressuscitou (Mateus 28:1) e apareceu aos discípulos (Atos 20:19);

7) Em nenhum momento o Senhor Jesus ou qualquer dos apóstolos ordenou que a Igreja guardasse o sábado ou a Lei. A palavra sabbaton[1] ocorre 68 vezes no NT. Na maioria das vezes Jesus está contestando os escribas e fariseus sobre o entendimento do assunto. Há apenas três recomendações para os gentios, da parte da Igreja Primitiva (Atos 16:20):

a) Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos;
b) Que vos abstenhais do sangue e da carne sufocada;
c) Que vos abstenhais da fornicação.

Paulo dedica uma epístola completa a desfazer tal tendência. É a Carta aos Gálatas;

8) Que o argumento de se guardar o sábado porque o termo domingo é um nome pagão cai por terra, uma vez que TODOS os demais nomes dos outros dias também o são[2]. Vejamos:

Domingo – Dia do Sol
Segunda – Dia da Lua
Terça – Dia de Marte
Quarta – Dia de Mercúrio
Quinta – Dia de Júpiter
Sexta – Dia de Vênus
Sábado – Dia de Saturno


9) Que os judeus procuravam matar Jesus porque ele violava o sábado (João 5:18). Paulo, escrevendo aos Colossenses afirmou: Ninguém vos julgue… por causa dos sábados… (Colossenses 2:16);

10) Que se vamos realmente cumpri-lo, devemos trabalhar no domingo, porque já aproveitamos o sábado para descansar. Inclusive não deveríamos parar em feriados que não ocorram num sábado. Quem se habilita?

Abaixo, o vídeo com o mesmo assunto deste subsídio.

[1] Concordância Fiel do Novo Testamento, Editora Fiel
[2] Wikipédia

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!