Sem categoria

Um caso emblemático de “homofobia”!

Meus dez leitores leiam bem a história que lhes conto agora. Maviael Menezes de Almeida era um médico do interior de Pernambuco. Mais precisamente da cidade de Palmares, na Zona da Mata Sul do Estado. No dia 29 de junho deste ano seu corpo foi encontrado esfaqueado. Ele havia sido morto em casa, segundo as investigações e levado em seu próprio carro, um Toyota Hilux, a uma cidade próxima, de nome Barreiros, onde foi deixado sem vida. O carro foi furtado e encontrado numa praia pernambucana. Homossexual assumido, logo o caso foi taxado pela mídia, pelos movimentos sociais e por quem mais quis como homofobia.

Hoje, 24 de agosto, a polícia apresentou a conclusão do inquérito. Três dos quatro presos acusados pelo assassinato do médico eram amantes da vítima! Motivo do crime: dois seguros de vida no nome de um amante e funcionário da vítima, Antônio Agostinho Alves Muniz Filho, 24, que teria prometido uma recompensa de R$ 5 mil a cada um dos demais participantes.

Ao terminar de ler este post, entre no Google e digite na caixa de pesquisa: Maviael Menezes de Almeida homofobia. Entre outros resultados (três mil quando fiz a minha pesquisa) vocês vão achar o primeiro site, que é um blog. O título é Quem a homofobia matou hoje? homofobiamata.wordpress.com lá está a história da morte do médico, como se fosse homofobia. E há vários outros sites que repetem a mesma ladainha. No caso do blog citado o mais impressionante é que eles insistiram na mistificação de maneira descarada, mesmo divulgando o desfecho do caso.

Não é diferente com a grande imprensa. Assassinaram um gay? Homofobia! O lobby conclui e julga, ninguém questiona. No site acima, dia 15/08, por exemplo, há o relato da morte de dois travestis, assassinados por um homem numa moto vermelha. Após as investigações se concluiu o seguinte: Outro travesti encomendou as mortes, porque estava exigindo propina para manter o ponto. Como os mortos se recusaram… E ainda consta na página como homofobia. É brincadeira? No dia 14/08, dois gays brigaram em Salvador, um matou o outro. Homofobia!? Dia 11/08, um travesti assassinou um gay de 15 anos com uma facada. Só pode ser homofobia! E pra quem tiver tempo de navegar são inúmeros casos…

Em que pese o respeito pelas vítimas, inclusive o médico Maviael Menezes, o mais incrível é ter um governo e uma mídia de joelhos para tais classificações, que buscam apenas criar e manter castas e privilégios. Imagina quando o PL 122/2006 for aprovado, como não será a mistificação!?

Clique aqui para ler a notícia no JC Online

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!