Sem categoria

Uso e abuso do nome Assembléia de Deus…

Leio no Notícias Cristãs:

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por intermédio da Promotoria de Investigação Penal de Petrópolis, ofereceu denúncia em face de Luciano Felix da Silva, pastor da Igreja Assembleia de Deus a Caminho do Céu, localizada no Município de Areal, na Região Serrana, pelo crime de estupro de adolescente. A Promotoria requereu a conversão da prisão de Luciano, detido desde segunda-feira (15), de temporária para preventiva. Segundo texto da denúncia, subscrita pela Promotora de Justiça Maria de Lourdes Féo Polonio, a adolescente conta que o Pastor a abordou e disse que ela tinha um câncer que fora “revelado a ele por Deus”. A cura, de acordo com Luciano, seria manter relações sexuais com ele. 

Este é um caso típico de uso do nome Assembléia de Deus para emprestar o peso histórico da denominação a igrejas de fundo de quintal. Até quando esta prática ocorrerá impune? Neste momento de candidaturas à presidente da CGADB ninguém ouve falar de gestões neste sentido, muito menos sabemos de qualquer iniciativa da atual administração para coibir o abuso. A marca é patenteada, existe o corpo jurídico da Convenção Geral, mas ninguém faz nada.

Enquanto isso…

Sobre o autor | Website

Insira seu e-mail aqui e receba as atualizações do blog assim que lançadas!

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!